Wednesday, March 14, 2007

ckick aqui

e não deixe de fazer os seus comentários no post seguinte , continuação deste.

39 comments:

greentea said...

eu já mandei o meu email à autora de tão "EXCELENTE" artigo.

E tu?????????????????????????????

Hanah said...

não consegui chegar ao fim...

vou enviar-lhe tb...

beijo querida...

greentea said...

hanah

essa cronista está mesmo a precisar de zooterapia!!

e de receber uns quantos mails para avaliar das suas audiencias

beijos par ti

sa.ra said...

deixo aqui um pequeno texto publicado num post do Gato Lunar

"Acima de todas as raças de animais é colocado o homem, cuja mão destruidora não poupa nada do que é vivo: ele mata para se alimentar, mata para se vestir, mata para se enfeitar, mata para atacar, mata para se defender, mata para se divertir, mata para matar: rei soberbo e terrível, precisa de tudo e nada lhe resiste.

Joseph de Maistre, in As Noites de S. Petersburgo

Liliana said...

É triste que um animal fêmea que dá pelo chamamento de Assunção Cabral não saiba reconhecer a elevação e inteligência e a amorosa dádiva de reconhecimento que os animais (mormente os domesticados), nossos irmãos mais novos têm para connosco.
Talvez ela devesse trazer ao pescoço uma ETIQUETA dizendo :
C U I D A D O
Sou cega,preconceituosa e assanhada e só escrevo ordinarices

greentea said...

E-mail do Jornal SOL




cartasaodirector@sol.pt>



para quem quizer enviar os seus comentários e expressar o seu pezar por este artigo.

greentea said...

sa.ra

excelente artigo que a megera nunca deve ter lido


tem um lindo dia . Beijos para ti

greentea said...

liliana


talvez introduzir-lhe um chip....ou uma tatuagem gigante


um grande beijo para ti e manda-lhe um mail com este comment!!!!

meg said...

Antes de mais quero dizer-te que se essas "coisas" têm medo de animais, eu também tenho medo, e não só, e não me alongo nos adjectivos, dessas criatura´...
Nasci, de parto complicado, vamos ver se sobrevivo...
As tuas palavras foram chave do enigma... começar tudo de novo...
Um abraço

Movimento em Defesa do Rio Tinto said...

Limpámos um bocadinho de um rio, para darmos o exemplo.
Temos lá a reportagem.

_+*A Elite in Paris*+_ said...

Ola querida Greentea :) estou aqui para dizer que vi a mudanca de blog e ca estou eu de volta para conversarmos de novo entre blogs nossos :) beijos para ti :)

Pepe Luigi said...

Bom! Sobre animais de casa, não tenho nenhuns, mas incontestavelmente que gosto muito de cães.
Se tivesse um quinta e dinheiro comprava um cavalo que para mim é o animal mais nobre.

Um beijinho
do Pepe.

EL HIPPIE VIEJO said...

EL QUE TIENE AMOR POR LOS ANIMALES AMA LA VIDA .


GREENTEA
QUE TENGAS UN HERMOSO DÍA

ADAL

TINTA PERMANENTE said...

Também escrevi (não a essa 'coisa'), mas ao arquitecto Saraiva a pedir-lhe um pouco mais de atenção ao que deixa entrar no Sol...
Abraços!

maresia_mar said...

Olá minha kida,
tu e os teus post sempre tão humanizados, os alertas que nos fazes, etc, etc..

eu tenho andado afastada devido a falta de tempo e também por problemas informáticos, já tinha saudades de vir aqui. Bjhs e bom resto de semana

Trivialidados said...

E que tal dar um tiro nos gatos, só faltava esta opção. È a manias das etiquetas. Porra não à pachorra. Um abraço.

melga meiguinha said...

Greentea,

O artigo é mesmo a sério ou é uma anedota?

Beijocas.

greentea said...

melga

o artigo é mesmo a sério - foi publicado no Semanário O SOL, !!!

É altura de dares a tua ferroada.
Chega-lhe !!!

beijinhos

mãos said...

Que lindo texto...adorei, irei escrever a autora.

Quanto a blog adorei. Passarei por cá todas tarde. Força.

Pota

cacharel said...

Quando pensamos que o mundo está a melhorar e a evoluir... pumba!!!!
Acontece estas coisas tristes para voltarmos atrás e reconhecermos que afinal continua a haver animais racionais mais irracionais que os cães e os gatos...

Caso para dizer..."Quanto mais conheço os homens, mais gosto dos animais".

Beijo perfumado*

Jardineira aprendiz said...

Eu até achei piada, eh eh! O artigo é tão deliciosamente ridículo! De certeza que não é piada do jornal?!

Como se diz na minha desetiquetada terrinha onde os gatos abundam, não vou gastar cera com fracos defuntos a escrever à senhora. O artigo fala por si. Possidoníssimo! :P

Muito bonita esta nova casa!
Beijos

arara said...

Diz-me que isto é a brincar! Não sou muito fã de gatos, sou mais daquelas que adoram cães, mas como pode alguém publicar um artigo destes??? A menos que seja uma publicação num magasine humorístico, e mesmo assim, seria de gosto muito duvidável! Obrigado por não teres desistido de mim nestes tempos em que não conseguia comentar. Gostei especialmente do artigo sobre a maternidade desmistificada...
Beijinhos, a arara é a 125 azul.

greentea said...

meg

respeito que as pessoas possam não gostar de gatos e cães, pássaros , tartarugas ou peixes de aquário.
Não é admissivel que um Semanário como o SOL toleree deixe passar comentários destes que incitam à violencia e são um mau principio em qualquer relacionamento e forma de estar.

greentea said...

rio tinto

já lá fui espreitar - excelente iniciativa
que deveria existir em muitos outros locais
Um abraço

greentea said...

elite

Voltaste?

há que tempos q não te via por aí

beijinhos

greentea said...

elite

Voltaste?

há que tempos q não te via por aí

beijinhos

greentea said...

pepe

se pudesse tinha um burro, em miuda andava de burro qd ia para a praia do Baleal - os carros não atravessavam o areal nem havia estrada e tudo era transportado nos burros, até a água para as casas...
Uma graça de outrora.

greentea said...

hippie viejo

quem não gosta de animais não gosta de nada, não ama a vida

um beijo

greentea said...

tinta permanente

fizeste bem em não desperdiçar a tinta com a sub-criatura, como diz a Rosário...

beijinhos

greentea said...

maresia

andas muito arredia ...isso é trabalho a mais

beijinhos

greentea said...

trivialidades

era já agora o que faltava ou deitá-los para o caixote só porque a outra ia lá jantar...na minha casa não põe ela os pés : o meu cão já está velho e gosta de sossego e eu não gosto destas companhias

bjinhos

greentea said...

ola , mãos

gostei da tua visita e do teu blog, vindo de Moçambique

Um abraço para ti

greentea said...

cacharel

quantas vezes digo isso - o meu cão não tem atitudes tão irracionais e sabe tão bem distinguir quem gosta dele e não...

Um abraço

greentea said...

jardineira

no meio disto tudo quem é que será a possidonissima mais que pirosa degradada?
a questão é que não se trata de uma crónica humoristica e mesmo q o fosse há valores que se tem de ter em conta ao escrever um artigo q será publicado num jornal de gde difusão...
Escrevi várias vezes para um canal de televisão onde passava um programa "Os Malucos do Riso" e onde figuravam animais ou em situações degradantes ou utilizados em situaçoes de maus tratos ou violencia ou q poderiam levar a isso...

Um abraço

greentea said...

arara

Voltaste ? afinal , eu tinha razão qd dizia para começarem de novo. Foi o que fiz antes de ter problemas. Nunca tive gatos em casa, só cães mas isso não tem a ver com o modo como essa sub-criatura se refere aos animais.

beijinhos para ti . E agora vai-se aonde - ao velho ou ao novo??

meg said...

Agora com mais tempo, venho dizer-te que aderi à tua campanha, logo!
E voltando, às "tais coisas" que andam pelos consultórios de etiqueta, precisam é de um psiquiatra. Lá diz o ditado... quem não gosta de animais não é boa gente.
Eu já chorei, e muito, por um gato,
já corri meio mundo à procura de um serra da estrela que me desapareceu aqui, sem deixar rasto, ou foi roubado ou abatido, pois tinha no condomínio, (credo, que horror) criaturas dessas...
Por outro amigo, corri todo o Ribatejo, sem êxito.
Por isso sei o que é perder um animal... muito mais quando se tem crianças...
Não gosto de animais presos, sei o que é ter piriquitos soltos... SOLTOS, repito...em casa.
África dá-nos sentimentos como esse... o da liberdade

meg said...

Vamos continuar, aqui a denunciá-las... conta comigo...
Também precisam de chá,o pior é que, ele, o chá, ou se toma à nascença ou então, é tarde.
Um abraço e força... vamos a elas!

greentea said...

meg

na casa dos meus pais , ouvi essa mais do que centenas de vezes, ficou-me enraizado na memória o comentário que eles faziam
"é falta de chá em pequeno" ou
"quem não o bebe em pequeno ..."
e a casa dos meus pais e a da minha Avó eram cheias de cerimonial (e de etiqueta, a verdadeira etiqueta, não a que encontramos pendurada nas peças do pronto-a-vestir, feito à pressa). Tudo eram ritos - os lugares à mesa , a maneira de pôr a mesa, de receber os convidados, de fazer um telefonema , de acompanhar os amigos ou a familia à porta qd se despediam, tal qual como o Ser o Estar, o sentar à mesa e o levantar, a forma de pegar no talher ou de nos servirmos da travessa... Outras culturas, outras mentes, outra abertura trazida talvez por meu Pai que esteve muitos anos em Africa e meus Tios tb e sem dúvida, meg, muito chá que lhes correu nas veias logo à nascença.

Um beijo para ti

Hanah said...

Olá green

Ainda não tive tempo de enviar.... meu tempo está reduzidissimo...

mais seria legal enviar para a editoria do jornal, para que eles escolham melhor os seus colaboradores.....