Wednesday, September 26, 2007

piercings

Pela primeira vez viu-o mais de perto. Nunca imaginara! Repugnáva-lhe pensar como alguma mulher se poderia deitar ao lado dele. Gostaria de saber utilizar um outro tipo de linguagem para o descrever, para descrever este tipo de subcriatura humanóide, que lhe metia nojo. Mas as palavras faltavam-lhe.
Fitou-o nos olhos sem dizer uma palavra, sem retorquir aos comentários que ele fez. Olhou-o apenas. Sabendo que ele tinha mais uma vez espancado os cães, que os tinha encurralado debaixo da churrasqueira e depois disso ainda foi abrir o jacto da mangueira e os encharcou até aos ossos naquele fim de tarde gélido..
O especimen humanóide estava em tronco nú, encalorado decerto com a violência que acabara de praticar. Não tinha apenas os piercing na cara e nas orelhas. Usava um na ponta de cada mamilo. Não sei se usará em mais algum lado. A amante /namorada/companheira contemplava-o. Talvez desconhecendo ou ignorando simplesmente que a violência doméstica começa por ser praticada em animais e que há uma forte conexão entre maus tratos a animais e agressões a mulheres e crianças. Talvez nunca tivesse lido nada


e assim continuava a conviver e a dormir tranquila ao lado daquele omnideo de infima espécie que tanta carência tinha em se adornar em certas zonas, expressando assim a sua manifesta impotência sexual depois de consumir toda a sua vitalidade e energia nos maus tratos à gata e aos dois cães de formato mini. Talvez não soubesse que estes crimes podem ser denunciados. Que existe legislação. Que existe uma campanha da ANIMAL ou que a SEPNA foi criada para ocorrer a estas situações.
Mas se ela não actua, alguém o fará por ela !

10 comments:

Marian said...

O espécime voltou à violencia?!
:-/

125_azul said...

Que texto forte! Poderoso. Triste. Beijinhos

greentea said...

é verdade, marian!

tudo é deixado por toda a parte, os restos do lanche de domingo q ficaram na mesa do terraço, a roupa q não se prende com as molas e cai ao chão com o vento, a terra dos vasos que fica num saco aberto ou o caixote do gato q não se muda e gato (que é asseado) faz no chão da cozinha ou do corredor...
os cães brincaram com as coisas q tinham à mão ...os donos chegaram à tarde e descarregaram neles o seu desmazelo e rancor. Ficaram ao relento presos por uma trela ainda mais pequena q o habitual, um de cada lado do estendal da roupa, encharcados sem água nem comida.

Um deles conseguiu soltar-se a meio da manhã. O outro está à chapa do sol. Que ALGUM ENTE SUPERIOR lhes acuda que os seres terrenos andam muito avessos a dar amor a estes pobres animais.

greentea said...

125

será tudo isso, mas explica-me onde a mente humana vai buscar estas atitudes, estes recalcamentos, esta violencia gratuita que depois tenta ofuscar com piercings e outros folclores?
Este humanóide tem filhos que por vezes (de 15 em 15 dias) passam com ele o fim de semana e pratica estes actos na sua frente, na frente de crianças de 6 /8 anos, filhos de outra mulher que não esta com quem vive. Não haverá um organismo que combata estas situações? como se formarão estas crianças - se é que a sua mente não está j´formada e confinada a esta violencia ?
Temos de conviver com isto ?

Ensina-me como.

sa.ra said...

AQUILO e AQUILOS sãi igonorância, malvadez, ganância...

coisas desonrosas, vergonhosas, tão vergonhosas que diante de toda a natureza só pode concluir-se que o ser humano é apenas uma criatura arrogante, reclamando uma sapiência que não possui... homo sapiens, qual homo sapiens?!
tão triste!!!

beijinho especial a este cantinho lunar!

dia muito feliz

wicky said...

sa.ra

homo sapiens ??????????????aonde?

terráqueos selvagens , bárbaros é o que há mais prá i...
e para além, tb

Hindy said...

Que tristeza! Que nervos! Que nojo! Essa pessoa não merece a vida, desculpem-me mas não consigo conceber que alguém viva quando só faz sofrer de uma forma gratuita...

Espero que essa situação se resolva rapidamente!

beijinho hindyado

Rodolfo N said...

Indica que el ser humano muchas veces deja de ser humano...
Ademas no alcanza a tener la simple nobleza de un animal doméstico.
Beijos

amigona avó e a neta princesa said...

Amiga por favor não sepode fazer nada? Não se pode pedir a intervenção da liga?

Hands of Time said...

Horrorosooo, pessoas horrorosas!!