Wednesday, September 12, 2007

Pequenos Anjos

Era economista, tinha formação superior, um bom emprego, segundo consta um bom marido, católica, boa pessoa....
teria um tumor e andava depressiva e teria posto fim à vida dos filhos e à sua. Outras mulheres fizeram o mesmo à vida de seus filhos, exterminaram-nos sem deixar rasto!
Ainda há pouco o telejornal lembrava o aniversário do desaparecimento de Joana; o caso Maddie ainda agora começou...
Questionamo-nos, interrogamo-nos, meditamos, angustiamo-nos. Fixamos certos rostos de olhar gélido, inexpressivo, e perguntamos se um PAI ou uma MÃE cujo filho desaparecesse teria aquele olhar; se também teríamos ido jantar em tête-à-tête sabendo que os meninos estavam fechados num quarto de um qualquer apartamento.
Passamos em revista todos aqueles casos de maus tratos e de outras mortes de crianças ainda tão pequenas que nos últimos tempos têm sido noticia. E a angústia avoluma-se.
Nunca fiz nenhum comentário a esta situação, nunca divulguei, nunca entreguei donativos para esta conta; desde o início achei que onde quer que estivesse a menina estaria bem melhor do que naquelas mãos e que ALGO que nos transcende tinha vindo para a levar, fosse de que modo fosse.
Onde quer que possam estar , todos estes pequenos ANJOS velarão por nós.

18 comments:

Rosario Andrade said...

Bom dia!
O facto de haver uma conta para que esta gente receba dinheiro, e haver pessoas que lho enviam é vergonhoso. É nojento que as pessoas dêem dinheiro a gente rica que deixa as suas crianças enjauladas para ir jantar fora, e ignorem os milhoes de crianças por esse mundo fora cujos pais, divido a viverem em regiões desfavorecidas, não conseguem alimentar, providenciar água potável, cuidados básicos de saúde e educação, e que morrem diariamente por essas razões. UMA FILHA DA PUTA DE VERGONHA INQUALIFICÁVEL. Nunca daria dinheiro a gentalha dessa. Tenho reparado como a mãe da cachopa se apresenta sempre devidamente maquilhada, com joias e com o cabelo bem cuidado... nheda-se, se um filho meu desaparecesse provavelmente tinham de me dopar para viver mais um dia de ausencia... mas enfim.
Bjicos

greentea said...

sempre reparei nesses "pequenos" pormenores, rosário : a maquilhagem, o laço no cabelo, as jóias e a expressão do rosto dum e doutro. Há dois dias passou no Prós e Contras um especialista em fisionomia/expressão do rosto e veio tb um espanhol em área identica...
Eu não me visto de luto, de preto , quero dizer, pela morte de um ente querido; mas sou incapaz de aplicar seja o que fôr no rosto , deixo de pôr enfeites, de usar certas cores, pintar unhas e no rosto os sinais são bem visiveis... até mesmo qd estava em África e lá faleceu um colega nosso que veio de regresso em caixa de madeira no porão do avião.
Se é uma fraude, que grande encenação. Durante quatro meses nunca se viram com os filhos ao colo ou preocupados em os levar ao parque infantil; agora , fazem-no sob escolta da policia para o mundo ver .
Médicos? E porque não regressam ao trabalho? pois, têm a bolsa cheia dos transferencias ... Não sou advogada mas se cobrasse a 1000euros por hora de trabalho, de certeza que não estava aqui neste momento.
Cenas inqualificáveis - nheda-se como se diz na tua terra!!

Pitanga said...

Ah, meninas, se eu me pusesse aqui a dizer tudo o que penso, desde o começo, desta nojeira toda!
Meu reparo nunca foi na mãe e sim nos olhos da menina que nas fotos apenas sorri com a boca. Crianças felizes têm estrelinhas no olhar, ainda que sejam pobres, desde que se sintam amadas. Já escrevi num outro blog e transcrevo-me:
Se era para deixá-los na creche, apesar de estarem em férias, porque não os deixaram na Inglaterra?
NÃO CONFIO EM PAIS QUE AGEM ASSIM!
E mais não digo.

beijos

Rosario Andrade said...

...também tenho estado a matutar nisto: será que o caso contra eles é tão consistente que um simples "bom" advogado não seja suficiente para o deitar por terra? Parece que contrataram a equipa que defendeu o Pinochet (que era culpado até à medula!...), O PINOCHET!!!
E disseram que não usarão os fundos que receberam para pagar as despesas legais. Mas se têm dinheiro para pagar à equipa legal que contrataram (a peso de ouro, imagino!), porque é que não usaram esse dinheiro para procurar a cachopa e andaram a pedir dinheiro aos tansos para isso? A mim cheira-me a esturro por qualquer ponta que se lhe pegue!
Bjicos

greentea said...

pitanga

tens razão, tb reparei nesse aspecto desde o inicio e no estranho aspecto que tinham os gémeos ao chegar a sua casa em Inglaterra...
haveria tanto para falar...sempre viajei com a minha filha para todo o lado, muitas vezes tivémos de fazer opções sobre o que seria possivel ver ou visitar mas onde quer que fossemos , sempre estivémos juntos e com um brilhozinho nos olhos....

greentea said...

rosário

sei é que à conta disto andam háquatro meses de férias à conta de alguém enquanto os dois filhos q restavam continuavam na creche....
tresanda a esturro por todo o lado , sim11

A COR DO MAR said...

uma historia muuuuito triste...:((

Bjinhos*

sorrisos da minha alma said...

A vida tem que dar uma grande volta, se não o mundo vai se perder em três tempos. O ser humano aos poucos perde o amor, o carinho, a humildade, o respeito... caracteristicas tão importantes que se vãoperdendo com os tempos...
Obrigado linda pela força e pelo mimo, um xi grande em ti

125_azul said...

Só me apetece pedir um minuto de silêncio. Porque doi muito.
Beijinhos

Maria said...

nao sou mae,mas se me desaparecesse um filho com toda a certeza nao me preocupava cm jornalistas e noticias pa me encher o ego...isto ja virou telenovela pobre menina :(

greentea said...

cor do mar


há histórias assim...mães biológicas que não sabem assumir-se como tal e o resultado é o que se vê.
Claro que é trabalhoso, por vezes dificil criar, educar, preparar um filho mas na volta temos tantas compensações...
Um dia , teria a minha filha uns três anos, falava e perguntava acerca de tudo e mais alguma coisa (sempre foi muito activa e se dormisse a sesta não dormia de noite); eu estava sozinha com ela e tinha um trabalho para acabar na hora.
Já cansada , perguntei-lhe com determinação :
Ó filha, tu tens "corda"?
Espera só um bocadinho, mãe...e desandou dali. Imaginei que tinha começado o meu sossego e que estaria a brincar no quarto dela.
Apareceu-me de novo, com um bocado de corda, perguntando com todo o carinho se aquela corda era boa para o que eu precisava...

greentea said...

sorrisos

quantas vezes já perdeste a paciencia com a tua menina? e com o que está para vir ??
coisas de MÃE, daquelas Mães que têm a sabedoria infinita e um amor especial para dar a cada filho, em cada momento da sua existencia, mesmo qd os dias se tornam um tanto nebulosos...

Beijinhos a ti

greentea said...

125

quantos minutos seriam precisos para reflectirmos em tudo o que está a acontecer...

O teu azulito vai bem? Já há-de ter dentes e não tarda está a andar pelo seu pé !!!

beijinhos

greentea said...

maria

nem mesmo que me desaparecesse o meu cão eu telefonaria para os jornais antes de mais ...ia correr tudo à procura dele , chamaria a policia , os bombeiros, como fiz há dias para salvar um canito que estava caído nas condutas de água, aqui perto...
mas há gentinha que prefere a telenovela barata, a turbulência oca, a farsa , o show para afastar dos verdadeiros indicios e do fulcro da questão.

Pitanga said...

GREENTEA, vi ontem as notícias da SIC.O caso a que te referes no começo do post é o de Santiago, Viseu?

greentea said...

pitanga

refiro-me ao caso de Viseu , sim

aminhapele said...

Green:por vezes penso baixinho que estamos a perder demasiado tempo com uma seita de drunfs.
Em qualquer caso,não poderemos esquecer que mais UMA CRIANÇA FOI MORTA.

Ana Patudos said...

Com a agravante que agora vamos ter o bastonário da ordem dos advogados do nosso país, a ser mais um advogado de defesa do dito casal. Cheira-me a pipas de massa.Estas pessoas só vêem cifrões
qum caraças!!