Monday, July 16, 2007

em vias de extinção...

O elenco florístico da faixa costeira é muito variado e reúne grande diversidade de habitats. São consideradas áreas de valor máximo do ponto de vista da conservação aquelas onde se encontra a Omphalodes kuzinskyanae (miosótis-das-praias): Foz do Falcão, Praia da Samarra, Praia da Adraga, Espinhaço, Praia do Abano e Guia.
No Cabo da Roca ocorrerem alguns dos maiores núcleos de Armeria pseudarmeria, de Dianthus cintranus cintranus e de Coyncia cintrana sendo por isso considerada área de elevado interesse de conservação.

As zonas do litoral no Cabo Raso e a Norte do Magoito apresentam também a mesma classificação por aí se verificarem alguns núcleos de Herniaria maritima, Limonium dodartii lusitanicum e uma grande área de ocorrência de Verbascum litigiosum.
No litoral salientam-se cinco plantas endémicas ameaçadas que requerem uma atenção especial do ponto de vista da conservação da natureza: o cravo de Sintra (Dianthus cintranus subsp. cintranus), o cravo-romano (Armeria pseudarmeria), a cravinha (Silene longicilia), a cocleária-menor (Ionopsidium acaule) e o lírio-amarelo--dos-montes (Iris lusitanica).

2 comments:

Pandora said...

Tão pequenas, que para muitos são apenas mato insignificante, mas vistas de perto são lindas, e fazem-nos tanta falta como as falésias.
Beijos.

greentea said...

há plantas destas lindissimas e que até se dão bem nos jardins ou em vaso - já tenho experimentado e fazem borduras lindas...

mas muita gente gosta de destruir, pisar e abandonar...