Sunday, July 8, 2007

Biodiesel em Sintra



O óleo que utilizamos em casa para fritar os nossos alimentos é utilizado como combustível na totalidade das frotas da Câmara de Sintra, da empresa de higiene pública e dos SMAS, que já podem abastecer no primeiro posto de biodiesel de Portugal. A ideia é simples: transformar o óleo que rejeitamos na nossa cozinha em combustível amigo do ambiente. Desde logo três vantagens: o óleo é reciclado e reutilizado, evita-se poluição e problemas no saneamento e, finalmente, poupa-se dinheiro.
Saliente-se que desde 2003 que a Câmara Municipal de Sintra tem vindo a recolher óleo alimentar usado (OAU) nas escolas, nas cantinas, nos restaurantes e nas juntas de freguesia para a produção de biodiesel que, agora, abastece o posto.
Passados 15 dias foram instalados dezenas de “óleões” nas 20 freguesias de Sintra, onde os sintrenses podem e devem depositar o óleo alimentar usado e rejeitado.
A instalação deste posto de abastecimento insere-se no âmbito de um projecto, desenvolvido pela HPEM com a colaboração da AMES (Agência Municipal de Energia de Sintra), que visa promover a recolha de óleos alimentares usados e consequente produção de biodiesel (combustível renovável e alternativo ao gasóleo) para consumo pelas frotas de viaturas municipais (da HPEM, da Câmara Municipal de Sintra e dos SMAS - Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Sintra).
Trata-se de um passo importante para o ambiente, já que a produção de biodiesel permite dar um destino aos óleos alimentares usados que deixam, assim, de poluir a água e causar problemas nos sistemas de saneamento. O biodiesel vai permitir também reduzir a dependência dos combustíveis fósseis, como o gasóleo, e igualmente diminuir a poluição atmosférica e a emissão de gases que provocam o efeito de estufa. AQUI

10 comments:

viajante said...

E onde depositar, na Junta de Freguesia de Santa Maria e S. Miguel?`
Não lhes pergunto porque não costumam responder às questões que lhes coloco !
Tenho já algum guardado e se calhar tenho que ir a alguma Freguesia vizinha...

Marian said...

isso é uma excelente notícia a recolha publica, à semelhaça do que ja acontece com embalagens, papel, etc
espero que por aqui tambem aconteça... e o destino a dar aos frascos em que recolho o oleo seja facilitado! afinal já ha muito tempo que nao o coloco onde muita gente por desconhecimento ainda coloca: pelo cano abaixo
informação aqui:
http://www.biodieselbr.com/noticias/biodiesel/nao-jogue-oleo-de-fritura-03-04-07.htm
bom fim de semana e boa semana :-)

Morgenita said...

Precisamos mesmo de uns Oleões em Lisboa. Ainda ontem, andei a dar voltas à cabeça sobre o que fazer com a garrafa do óleo usado. Acabei por fechá-la bem e colocar nos indiferenciados, mas fiquei com a distinta sensação de que não foi a melhor solução...

Ariane said...

Aplaudo a iniciativa! :)

amizadeevida said...

Já estive ligada a Sintra e a estas práticas...é sempre bom estar atento...beijo, amiga...

sorrisos da minha alma said...

Agora resta-nos esperar mais iniciativas como essa que é de louvar!
Bjs

Meg said...

Devagarinho lá vão aparecendo...
Mais vale tarde que nunca, mas parece que agora é para valer, está muito mais gente atenta. Enquanto houver "gente" como tu, por exemplo.
Um abraço

Rute said...

que óptima ideia, agora é ver se todos aderem;)

Pandora said...

eu continuo a guardá-lo em garrafas de água e a depositá-los no lixo, uma vez que por aqui não há outra solução.
Beijos.

Flor said...

Maravilhosa idéia !
Que todos pudessem segui-la, e assim uma solução barata para tantos problemas!