Friday, March 28, 2008

As primas de Leonor

Sábado - as primas combinam uma saída, querem ir prá noite ...
Vanessa tem 26 anos, trabalha em Lisboa , tem a sua casa, é Engenheira Quimica
Cátia anda pela mesma idade, viveu cinco anos sozinha em Faro, é Oceanógrafa e trabalha em Lisboa;
Sofia é a mais nova , estuda Engenharia de Materiais e por força das distancias passa a semana fora de casa

As cunhadas analisam o assunto, sentadas à lareira

A mãe de Vanessa é peremptória : não vais, estás com dores de garganta, está muito frio, ficas em casa

Pois, diz a mãe da Cátia , será melhor. Vão sair , depois fico em cuidado, há tanta coisa por aí, não venham tarde que há gelo na estrada e quem é que vem a conduzir, porque não
ficam em casa?Mãe de Sofia fica a olhar para elas espantada : deixa as miúdas irem sair, vão com os primos, são todos responsáveis, não se metem em copos nem maluqueiras; perigos há sempre , até de dia , se vamos a pensar assim nunca eu dormia nem vocês as duas enquanto elas estiveram fora de casa a estudar...
São perspectivas diferentes sobre o mesmo tema. As mães esquecem que as filhas são adultas, maiores e vacinadas
e querem continuar a impôr a sua autoridade. Nunca consegui funcionar assim com a minha filha. Gradualmente responsabilizei-a , preparei-a para ser independente e aprender a tomar decisões. Por vezes telefona-me a perguntar a quantidade de água que deita no arroz ou se pode lavar o blusão a 40º. Mas no dia em que teve um furo às duas da manhã, depois de estar a acabar um trabalho na Faculdade, não telefonou para os paizinhos - ligou para os colegas e eles foram ajudá-la a mudar o pneu!Vanessa teve de ficar em casa, mas as outras duas saíram prá noite, na Guarda e voltaram madrugada adentro, com três graus negativos, mas sãs e salvas !


10 comments:

Pitanga Doce said...

Eu ficava contigo a "analisar os assuntos" sentada á lareira até de manhã. E olha que ia ter assunto!

beijos

O das Caldas said...

Bonita História.
Pois eu tenho uma que no 2º. ano de universidade decidiu ir morar para casa dos pais do namorado e eu apenas fui notificado da decisão - já não tinha mãe.
Agora em Janeiro decidiram alugar casa sem terem trabalho certo e eu lá fui fiador por causa das rendas.
Enfim é a vida!
E tenho outro que anda a destruir as nuvens nos céus do Mississipe.
Mas durmo os meus sonos.
2 beijinhos e votos de um bom fim de semana


2 beijinhos e votos de bom fim de semana

Pitanga Doce said...

Tive pena quando o blog Avelãs de Ambom deixou de editar. Houve um post sobre o São Martinho com a foto das castanhas na brasa que me fez "viajar". E o artesanato do Centro de Dia (se não me engano o nome) também era bem interessante. Não sei porque ela deixou de o escrever.

beijos

amigona avó e a neta princesa said...

É a vida, amiga...muitas mães vão adianado, adiando para ver se o tempo passa mais devagar...mas há que respeitar cada um...para mim isso passa por respeitar, também, o seu direito a ter vontade própria...beijocas e bom domingo...

oceanus said...

Gostei muito de no outro dia te voltar a encontrar ...
... e aqui venho deixar
um grande beijinho do fundo do (Oceanus ) mar ...

greentea said...

pitanga

assuntos destes tratam-se à lareira e podem durar toda a santa noite, mesmo que não se fique à espera das meninas que recolhem já de manhã...

quanto ao blog a que te referes , ela não é filha da aldeia , mas enteada , nora, genra e os de lá são ciosos das suas coisas e ciumentos que outros venham fazer aquilo que eles não fazem; alguns até quase que ficaram ofendidos que aparecesse um livro falando da aldeia e nem quiseram colaborar com os seus trabalhos, as suas fotos , as suas histórias por isso ELA deixou de colaborar no tal blog
Mas eu que lá vou tanta vez, porque gosto e por razões de familia, posso escrever o que muito bem me apraz no meu proprio blog, que foipara isso que o criei.

Beijinhos a ti , pitanga.

greentea said...

ó das caldas

os pais são sempre os últimos a saber...
uma amiga minha soube por acaso do casamento da filha pois um fotógrafo telefonou lá para casa a oferecer os serviços! Foi um choque mas a filha já tinha decidido tudo...
os filhos causam-nos muitas surpresas mas certos pais não evoluem e querem aperriá-los e mantê-los às suas ordens toda a vida .
Os filhos não são nossos , são deles próprios !!

greentea said...

amigona

os filhos como disse acima são deles próprios e não nossos e só nesta perspectiva podemos manter um são e doce convivio para ambos.
beijos a ti

greentea said...

oceanus

beijos profundos desse mar que tanto gosto e tu tb

Pandora said...

Por muito que custe temos de as deixar voar.
Beijos.