Monday, March 8, 2010

Africa Minha

Havia uma réstea de sol por entre as brumas de Sintra. Decidiram aproveitar o dia -de-não-chuva para ir até à Regaleira tomar café depois do almoço. Estava óptimo , disfrutaram o Parque e a beleza do local e por um euro, café incluido, vale a pena . Depois, foram até ao antigo Mercado de Sintra, agora reconvertido em Museu de História Natural.
Entrada gratuita para quem lá vá , não apenas para os Sintrenses .
Vale a pena ir, apesar de a exposição não ser enorme.
A tarde foi ainda ocupada com outros afazeres profissionais, que retardaram a hora de jantar mas como a familia é para ser solidária , quando chegou , sentou-se à mesa e tudo estava pronto. As conversas do costume que lá por casa ainda há temas de conversas e não se fica apenas com o olhar fixo no ecrã do televisor , a disputar canais
Quando vê o anúncio do "África Minha". Tenho saudades de África - disse ela e já não se levantou da cadeira . O filme foi passado num qualquer canal, sem intervalos nem publicidade venenosa. ! e terminou quase à meia-noite... O filme é de 1985 e na altura comprou a bendita cassette para ver e rever no video. Essas cassettes estão agora desactualizadas e não servem mais. Se pudesse tornava hoje a ver o filme, as paisagens deslumbrantes de Africa, Meryl e Redford, os kikuyos e tantos outros. Para além das imagens, guardará para sempre na memória a forma de estar de Karen, de Dennys, a sua atitude e respeito um pelo outro,
pela natureza, pela população local , pela cultura tradicional , pelos animais .
Karen - uma Mulher a não esquecer
neste 100º aniversário do Dia da Mulher.


7 comments:

pinguim said...

Mas afinal o que é isso do Dia da Mulher? Eu julgava que a Mulher existisse e fosse lembrada todos os dias...

greentea said...

é parecido ao dia dos anos ...
qd eu era pequenina era o único dia em que os meus pais me deixavam escolher o que fazer , o que comer etc etc e havia uma certa tolerancia com as conversas à mesa , um cotovelo que avançasse demasiado sobre o bordo da toalha e outras cenas a que hoje já ninguém passa cartão...
o Dia da Mulher recorda a luta de um grupo de MULHERES que morreram carbonizadas por enfrentarem o patrão que as obrigava a horas e horas de trabalho em condições des/sub/humanas. Para que alguns não esqueçam nunca!

Justine said...

Um dia de encantamentos, começando com Regaleira e terminando com o irresistível "Africa minha"! Que todos os dias pudessem ter esses pequenos fulgores...

Justine said...

O DIA DA MULHER é uma homenagem a essas operárias nova-iorquinas, é uma efeméride, é uma chamada de atenção e é, acima de tudo e infelizmente, ainda uma necessidade, pela discriminação de género que ainda se encontra em todos os lugares deste mundo, e que é necessário combater!
Um abraço

greentea said...

justine

muitas cabeças pensantes esqueceram essa efeméride ou desconhecem e é ainda por essa luta que continuaremos a lutar, porque há ainda muita mulher descriminada, muita mulher sentenciada, muita mulher que é obrigada a usar a burka em toda a acepção da palavra , que não tem direitos nem pode emitir opinião , que não tem mesmo direito à escolaridade minima nem à assistencia de um médico se estiver doente... e por ai fora...

Violeta said...

Mas que belo dia passaste.
Adoro África Minha, o filme, pois nunca tive em África.
um bj

greentea said...

violeta tenho saudades de Africa!!!