Sunday, April 22, 2007

have a nice week-end...

Quinta feira – Ele seguiu em viagem, para outros locais distantes, tinha uma reunião, um trabalho para acabar.
Ela estranhou a casa vazia ,qundo entrou ao fim da tarde, mas soube-lhe bem o silêncio, comeu qualquer coisa rápida e sentou-se a ler.
Sexta –feira – acordou tranquila, a noite bem dormida. Preparou as suas coisas , foi trabalhar. Esteve lá toda a tarde e chegou a casa cansada, com dores no corpo, indícios de uma bela duma gripe, sem dúvida, A filha ligou-lhe – tinha de a ir buscar ao comboio, depois das aulas. Resolveram ir comprar qualquer coisa feita , para não perderem tempo na cozinha, a cabeça latejava…
MP telefonou-lhe – um assunto urgente, precisava de um parecer. O marido mandou-lhe um toque para o telemóvel. Uma trovoada tinha dado cabo dos fios . Dissse-lhe que estava tudo bem , não se preocupasse com ela.
À noite , sentou-se ao computador , fez a análise, tirou conclusões, deitou-se cedo com dois comprimidos para a gripe e um chá quente,
Sábado - Telefonou para MP e relatou a conclusão a que chegara, mas precisava de mais elementos. Disse-lhe que tinha de ir a Lisboa e assim que estivesse despachada passaria lá pela loja para se falar melhor.
Estava calor mas ela sentia frio, doía-lhe a cabeça, as costas , o corpo todo. Mesmo assim , fez a reunião e disse que prepararia os orçamentos para segunda-feira. Mas , agora são seis da tarde, vou-me embora, preciso de passar na Farmácia ou na Urgência.
Ele ligou-lhe , ficou preocupado, viu logo pela voz que ela não estava bem. Ainda pegou no trabalho que tinha para fazer, tudo correu bem. Foi-se deitar.
Domingo – tinha hora marcada para ir arranjar os pés, aquela unha encravada não a deixava em paz. Aproveitou e foi ao shopping buscar tinteiros para a impressora ,que tinham acabado. Foi à rua com o cão. Fez o almoço e estendeu-se no sofá, viu um filme sobre uma mulher de armas.
O marido ligou-lhe , de novo. “Se calhar não saio daqui cedo, vou chegar tarde a casa, o trabalho está atrasado”.”Acaba o trabalho, não te preocupes , eu trato das coisas, levo a miúda logo à noite, se for preciso”… E ela sabia que era preciso! Não disse mais nada, mas sentiu-lhe o sorriso doce, o brilho nos olhos. Era assim a cumplicidade daqueles dois…

21 comments:

melga meiguinha said...

Greentea,

Gosto muito quando vejo esta cumplicidade.
E a doentinha melhorou?

Beijocas.

Célia Marina said...

Cumplicidade é sempre algo de bom que podemos ter em nossas vidas...

Passei para te desejar uma semana toda florida!!!

Célia

Meg said...

Cmo é bom, enquanto dura...
Já foi, green, já foi, mas acabou há muito.
Só as memórias, mas amargas.
Um beijo

pitanga said...

Há aqui tanta coisa igual...e outras tão diferentes.

beijos Greentea e xô gripe!

Reflexos da Alma said...

Não há Amor sem cumplicidade e confiança !!!
Beijokas

Liliana said...

Olá

Além da cumplicidade há decerto sumos de Luz!

Bjs

jpg - o sineiro said...

Sempre assim deve ser, se houver amor.

um abraço

greentea said...

ola , melga


como em tudo a cumplicidade é essencial, a reciprocidade e o amor .
Como se previa no post a doentinha gripada ainda teve de atravessar o Tejo para ir levar a filha à "outra banda" onde fica durante a semana. Encontrou-se com o marido à porta de casa, ambos a chegarem perto da meia noite...

greentea said...

celia

se falta a cumplicidade falta tudo

beijinhos para ti tb , que tens um post lindo

greentea said...

meg

esquece as memórias amargas...lembra apenas o quye é bom

do que foi triste e amargo, construimos com sabedoria, outros dias , outras vivencias.

Beijo grande para ti

greentea said...

pitanga

xô gripe mas está dificil

nada acontece por acaso, se há coisas mais dificeis, menos agradáveis é porque era necessário passar por elas para construirmos uma visão diferente;
nunca tive dias fáceis e à se,elhança da peregrina que falava nos posts anteriores, entrego-me nas mãos do Universo e deixo correr ...

beijinhos

greentea said...

liliana

sumos de LUZ são importantyes para nos mantermos vivos e cheios de energia

beijinhos

greentea said...

reflexos

sem cumplicidade, sem amor , sem confiança
não se ultrapassa os senãos do dia a dia ...

beijo para ti

greentea said...

sineiro

bem podes tocar o sino a rebate!!!
Há pessoas q se acomodam e não dão um passo para nada; outras recusam ficar à mercê de outrém , recusam o paternalismo e a dependencia fácil.
Num casal tudo tem de ser partilhado, nenhum é escravo do outro, nenhum vive à sombra , imagem e semelhança do outro; assim se gera o amor, a tal da cumplicidade, as relações partilhadas, o dia a dia feito em conjunto e independente, simultaneamente.

Umm abraço, se é que me entendeste ....

o alquimista said...

Manhã submersa de palavras
Lava ardente nevoeiro
Uma nuvem que ameaça
Transfomar-se em aguaceiro...


A magia da atlântida dança no sul da ilha, saudade,
Transforma azul hortência
Em diamante de luz, que em meu peito arde


Mágico beijo

sonhadora said...

de sonhos é feita a noite.
beijinhos embrulhados em abraços.

bettips said...

Chá verde, repouso e cumplicidade. Espero que tenhas melhorado. Mas essa felicidade ninguém ta tira! Bjinho

Rodolfo N said...

Leer y viajar con el pensamiento...
Beijos!

sorrisos da minha alma said...

Tão bom...
Um beijinho grande em ti

UrsaM said...

Que lindo! isto é amor! bjk. angela

as velas ardem ate ao fim said...

Excelente estoria sobre cumplicidade.

bjos