Sunday, February 24, 2008

sábado sem sol







Promessas feitas e adiadas a semana passada pela chuva e mau tempo, levaram-nos a

Chovia torrencialmente quando saímos mas à chegada tudo se compôs e muita gente deambulava pelas ruelas estreitas da vila, o que lhe tirava a beleza natural. O meu cão também não achou tanta graça àquela movimentação, mas tolerou bem apesar de tudo e inibiu-se de deixar qualquer demarcação de espaço...
Há dez anos que não entrava em Óbidos, mas esta vila onde nasceu o meu bisavô é sempre um encanto!
O cheiro do chocolate é que não me caíu lá muito bem e não provei uma única especialidade. Achei lindos os frasquinhos dos licores e por esses ter-me~ia tentado. Mas ao chegarmos à porta do Castelo, de repente vi-me sozinha com o cão e nem rasto do green e da miss... Entrei, saí, dei uma volta por ali e nada. Esperei no mesmo sitio onde os tinha deixado de ver , esperei e nada.
Já desesperada , procuro o telelé na carteira. Pedia-me o Pin e depois o Puk e estava bloqueado !
Fiquei pois incontactável, nos tempos de hoje e agora em que essas coisas já não acontecem e deixámos de saber lidar com elas... Por isso , continuei à espera , considerando se devia ficar ali ou seguir para o carro, estacionado bem longe. Depois, pensei pedir a alguém que me deixasse fazer uma chamada, usar um telemóvel qualquer mas QUEM ?
Olhei um pouco à frente e vi a minha salvação : um posto da GNR mesmo ali e era só pedir para telefonar ou para fazerem uma busca aos dois desaparecidos. Muito solicitos fizeram logo a chamada mas do outro lado ninguém atendia (é sempre assim quando estou nalguma aflição). Tentaram de novo e depois um dos guardas disse-me para ir até ao terraço ver se os via, já queria pedir a minha identificação e saber a história da minha vida; nem quizeram saber do cão mas eu ando sempre com as licenças todas na bolsa. Acabei por vê-los , saindo calmamente da porta do castelo, com uma caixa (de chocolates) na mão... Despedi-me dos guardas , perguntei quanto era das chamadas mas não quizeram cobrar nada, que era o serviço deles, claro.
Anoitecia e começava a cair uma chuvinha miúda, era tempo de regressar. Mas desta vez, Óbidos não me deixa saudades ...

6 comments:

leonor costa said...

Imagino como te sentiste! Não fui lá e tive pena, mas este tempo de chuva não está nada convidativo. Gosto imenso de Óbidos e estive lá ainda não há muito tempo.

Bjs e bom Domingo, sem aventuras deste género!

HOJE E AMANHÃ

**Je Vois la Vie en Vert ** said...

Então não chegaste a provar o chocolate belga ? Com os suiços são os melhores ! :-)
Foi realmente pena não ter podido ver o Aznavour porque também acho que esta possibilidade não se repetirá. Foi por esta razão que pedi ao meu marido para me oferecer isto como prenda de aniversário de casamento (16 de Fev) Também não se pode dizer que o preço de entrada era barato...
Boa semana
beijinhos verdinhos

Pitanga said...

...e é claro que estas fotos não foram tiradas no Festival! Vi pela TV no ano passado. É uma loucura! Não se vê o chão da vila! Adoro chocolates mas acho que o gosto fica meio amargo com esses contratempos.

PS: até o cãozinho ficou traumatizado. hehehe

Maria said...

Vou muitas vezes a Óbidos. Nunca na altura do chocolate. Não gosto de ser "empurrada2 para onde não quero ir...
Continuarei a ir a Óbidos, vila das mais bonitas que conheço.
E vou à ginja. Só ao Ibn Henrik Rex.


Beijos

Acordomar said...

Green que maçada esse desencontro... mas nao fiques assim, vais lá novamente, aposto - acho ate que ja esqueceste ;)
Um grd grd beijinho*

O das Caldas said...

Mas ficaste com uma história para contar. É a vida!
Beijinhos das Caldas.
P.S: ainda existe o "Tirol"?.