Wednesday, August 1, 2007

titulos para quê?


Existem todos os tipos de amor : amor romantico, o amor de uma criança por um progenitor ou de um progenitor por uma criança; e amor pela natureza, pela música, pela poesia, por todas as coisas nesta Terra e nos céus. O amor continua do outro lado e é trazido de volta aqui pela alma. É o entendimento de todos os mistérios. Para mim é a derradeira religião. Se todos pudéssemos amar à nossa maneira, se pudéssemos abandonar os rituais que declaram "O verdadeiro caminho é o meu; todos os outros são fraudes" se pudéssemos abjurar a violência, os conflitos e a dor que infligimos em nome de um Deus específico - o "nosso" Deus - quando , por definição Deus é universal, Deus é amor, não teríamos de esperar por inúmeras vidas para chegarmos ao céu.


A minha concepção de Deus é a de uma energia caridosa e sábia que existe em cada célula do nosso corpo. (Brian Weiss)

5 comments:

Pitanga said...

Brian Weiss não é o autor de Vidas Passadas?

greentea said...

exactamente, pitanga.
E também de Muitos Corpos, Uma Só Alma (A Cura através de Vidas Futuras)

Tens Os Espelhos do Tempo? que até trás juntamente um CD para Regressão?
achei uma maravilha!!

Angela Ursa said...

Greentea, como diz a música do Caetano Veloso e do Milton Nascimento, qualquer maneira de amor vale a pena :)) Beijos da Ursa

João said...

DEUS...Quando nos referimos a Deus,o que queremos dizer? Eu Sou Agnóstico . Creio na matéria, na sua evolução.No entanto existe um mistério que até hoje nem o Sr. de Lavoisier explica na sua teoria. Uma coisa é certa, do nada nada resulta. Que se passa além do planeta que ainda não o conhecemos na integra? Que são aquelas estrelas que já desapareceram há anos luz e que ainda hoje as vemos?
Dá para pensar. João

Pecadormeconfesso said...

E existe o meu amor por ELA!