Monday, February 11, 2013

O PRETO

O Preto era um gato vadio. Vivia aqui pela rua , alimentado pela vizinhança. Era simpático e dedicado a quem o tratava. Fez amizade com o Browny e gostavam de brincar juntos. Ultimamente, andava muito magro e com fraco aspecto. Num dia de invernia, o sr Zé pegou nele e levou-o para casa . Ia faminto e encharcado. Petiscou alguma coisita, aconchegou-se numa caminha quente e abrigada talvez pela primeira vez na vida.  Ficou assim alguns dias, comendo cada vez menos, emagrecendo cada vez mais. Depois...saltou para o céu dos gatos e não voltou mais. Por lá andará em doces ronrons agradecidos a quem o albergou, namoriscando as companheiras que por lá encontra e gozando dos rendimentos. Não tem mais fome, nem mais frio, tem agora abrigo permanente! Mas, nós por cá, sentimos a sua falta.

5 comments:

© Piedade Araújo Sol said...

e era um belo gato

;(

greentea said...

Piedade
era bonito, sim e vinha ter connosco, dedicado, carente de meiguices; deixou um filhote todo preto que está a ficar muito lindo também.

LUZ said...

Que texto tão bonito!
Adoro gatos, por isso, me sensibilizei, tanto.
Sim, no seu céu, ele continua a ser feliz.

Dia feliz.
Beijo da Luz.

greentea said...

Luz
aqui pela rua há uns poucos que andam port aí mas que várias pessoas tratam e acarinham e tem abrigos onde ficar.
O preto está bem agora , lá onde possa estar !!

Lilá(s) said...

Que pena me deu!
BJs