Thursday, February 14, 2013

Chocolate


O Chocolate...

...tem o mesmo composto quimico que é libertado no orgasmo. 50% das mulheres confessam preferir chocolate a sexo...


Os cientistas têm vindo a descobrir que o chocolate provoca a libertação de endorfinas, as "mensageiras da felicidade" do corpo, e encontraram
 também no chocolate vestigios de feniletilamina, um composto quimico libertado durante o orgasmo. O resultado surpreendente de um inquérito revela que 50% das mulheres confessam preferir chocolate a sexo. Os homens que em ocasiões especiais aparecem com uma caixa de chocolates de luxo estão , pela certa, à "procura da paixão".

Talvez estes homens tenham interesse em saber que a concentração do "quimico do amor" é nove vezes superior no salame, se bem que ainda ninguém tenha dito que as mulheres preferem salame a sexo.


As descobertas dos cientistas têm vindo a reforçar a ligação que existe entre as mulheres e o chocolate : nos primeiros meses da gravidez, a molécula de anandamida desempenha um importante papel na comunicação entre a mãe e o feto. Isto é o que os maias poderiam ter dito no século VII, quando veneravam a vagem do cacau como sendo um simbolo de vida e fertilidade e o fruto tinha lugar nas cerimónias religiosas.
Também os astecas acreditavam na capacidade de o chocolate transmitir conhecimento, poder e saúde. Mantiveram a tradição maia de presentear a deusa da fertilidade, Xochiquetzal, com chocolate.
Cristovão Colombo introduziu a semente do cacau na corte dos Reis Católicos. Quando por volta de 1528 o conquistador Fernando Cortez se lembrou de juntar açucar ao amargo elixir do chocolate , começou realmente a loucura.
Ao longo dos secs XVII e XVIII o chocolate foi avançando de país em país : dentro do baú do dote de Ana da Áustria (filha de Filipe II de Espanha) quando viajou para França para casar com Luis XIII ...ou seguindo Carlos V quando este se mudou para Viena em 1711.
Durante muitos anos o chocolate permaneceu uma delícia reservada à aristocracia euroeia. Paralelamente à sua expansão, foi crescendo a má reputação do chocolate enquanto afrodisiaco..
Em 1868, os irmãos Cadbury introduzem a primeira caixa de chocolates. Graças ao contributo destes homens o chocolate é hoje uma indústria que move milhões e constitui uma obsessão à escala mundial.
O chocolate é delicioso e comer coisas deliciosas deixa as pessoas bem-dispostas. Há quem diga que o chocolate é um substituto do amor. E, bem vistas as coisas, o chocolate é muito mais fiável do que qualquer amante...
(Excertos de um artigo de Judith Finn publicado no Diario de Noticias de 11Fev2006)

3 comments:

Justine said...

Bom...não exageremos, mas o chocolate é uma das coisas boas da vida, sem dúvida:)))))

greentea said...

Para mim Justine , chocolate preto e amargo genuino é o único válido; nos outros nem lhes toco...

as-nunes said...

O que os cientistas vão desvendando ou palpitam...

Mas que o chocolate é bom, lá isso é!
Muito bom ...