Saturday, February 2, 2013

José

 estava na aldeia, para acabar um trabalho. Foi levar o marido ao comboio que tinha uma reunião em Lisboa. Deu uma volta pela cidade, aproveitando a tarde ensolarada. Entrou no shopping, na livraria, fez algumas compras que precisava. Voltou a casa, que por uns dias era só dela. Os cães dormiam à lareira, caía a noite.
 Sentou-se para trabalhar no computador. Abriu o mail e reparou que um JR lhe pedia acesso no linkedin. Ficou na dúvida que o do Dallas não era, decerto. Foi ver o perfil mas isso deixou-a ainda mais confusa. Seria o mesmo, aquele JR que conhecera há uns trinta anos atrás e a quem perdera o rasto por completo?
Reviu o perfil, aceitou a ligação e enviou um mail para aquele destinatário desconhecido (?) :"diz-me algo que me confirme que és tu". Homens são homens e não têm aquela perspicácia feminina mais refinada e astuta.
Resposta pronta do outro lado : - Não sei quem és nem conheço o teu mail...
Mas com o mail vinha uma foto do próprio e aí não teve qualquer dúvida, era ele mesmo, uns anitos mais velho, uns cabelos brancos a mais
Sentiu uma profunda alegria, uma enorme serenidade. Não gosta de conversas que ficam pela metade nem de relações cortadas de forma abrupta. Depois, passados tantos, tantos anos, quando a maturidade ou a velhice nos cerca, ela defende que os conflitos devem dar lugar ao diálogo, ao entendimento , ao esclarecimento. Para que não coexistam más energias que por sua vez provocam brechas ainda maiores nos relacionamentos. Claro que há situações em que nunca mais se volta a olhar para trás, o assunto fica encerrado de uma vez por todas. Mas não com José.
Iriam encontrar-se, sim . Num qualquer destes dias, para se reverem , para conversarem tranquilamente ou para subirem simplesmente ao cimo de um morro, como já antes o tinham feito.
Quando de manhã se levantou, a casa estava coberta de neve. E a aldeia . E a serra. Um manto branco de serenidade...

6 comments:

Justine said...

A idade traz, muitas vezes, essa serenidade tão saborosa!

greentea said...

é isso , justine
e é tão importante !!

Rosa dos Ventos said...

Vai ser um encontro bem pacificador! :-))

Abraço

greentea said...

podes crer, Rosa dos Ventos.
Vem , Serenidade , como dizia (tão bem) Mário Viegas.

© Piedade Araújo Sol said...

não sei se é ficção, mas pode muito acontecer, assim como eu li.

boa semana.

beijo

greentea said...

ficção, Piedade?
JR respondeu assim :

"Mas hoje é sobretudo o teu texto. Gosto-o e gosto-te na escrita deste texto, gosto-me de me ver lá. Obrigado."