Monday, November 12, 2012

pão e castanhas

Com o centeio moído nas azenhas, cozia-se o pão. O forno em Avelãs de Ambom era comunal.. O pão de centeio era uma especialidade das Beiras , amassado e tendido por quem sabia. Levava cada pão uma cruz : “Deus te acrescente que é para o comer muita gente” e ia ao forno. Durava umas três semanas, sem muito enrijecer As merendas e muitas vezes o jantar era uma fatia de pão com uma sardinha frita ou pão com azeitonas , raramente pão com queijo. Com a navalha cortando pedaços de pão rijo e pedacinhos de conduto, mastigando devagar, ia-se comendo e conversando.




Além do centeio, desempenhou importante papel na alimentação dos povos das abas da Serra a castanha. Em Outubro, o castanheiro está coberto de ouriços que deixam cair a saborosa castanha. Vêm em boa altura. Há tempo vago para se apanharem os soutos e a castanha é um comer de sustancia, assada ou cozida.



A pobreza era geral e as exigências das comunidades mínimas. Os caminhos, as obras da igreja, as festas e as romarias eram com os mordomos e a gente mais pronta.

O Estado fazia, quando muito, a escola e cobrava regularmente a décima. A Câmara cobrava a licença do cão, do burro, o imposto braçal e botava derrama, quando algum melhoramento urgente se impunha…



Serra da Estrela e as suas beiras - Viriato Simões

9 comments:

Fê-blue bird said...

Gostei muito de saber pois desconhecia esta informação.

beijinhos

greentea said...

os tempos de outrora ...revisitam-nos.
nas aldeias do antigamente , não se comiam bifes mas não se passava fome, havia sempre uma boa sopa e um naco pão ou meia duzia de castanhas para os muitos filhos que cada casa tinha...

greentea said...

os tempos de outrora ...revisitam-nos.
nas aldeias do antigamente , não se comiam bifes mas não se passava fome, havia sempre uma boa sopa e um naco pão ou meia duzia de castanhas para os muitos filhos que cada casa tinha...

Justine said...

E vamos voltar a esses tempos, ou eu me engano muito...
(contudo, sou muito gulosa por castanhas e pão de centeio, mas é preciso ter alternativa!)

Lilá(s) said...

Tempos difíceis que muita gente já esqueceu.
Bjs

greentea said...

lilás
...ou se calhar nunca passaram por eles ...

greentea said...

justine
pois, provavelmente virão tempos em que as pessoas terao de se voltar de novo para a agricultura...há tanta terra ao abandono !!

O Árabe said...

Interessante post! A castanha, aliás, é uma das minhas fraquezas... :) Boa semana!

greentea said...

Arabe

as castanhas e o pão escuro de centeio sempr foram das minhas prefrerencias