Wednesday, January 6, 2010

Ventos de... mudança


"Os ventos que às vezes levam algo que amamos são os mesmos ventos que nos trazem algo que aprendemos a amar.
Por isso, não devemos chorar pelo que nos foi tirado, e sim aprender a amar o que nos foi dado, pois tudo que é realmente nosso o vento nunca irá levar."/

11 comments:

as-nunes said...

Olá Greentea, Bom dia,

Venho agradecer-te o teres deixado o teu cartão de visita no "dispersamente". Um post duma pessoa muito zangada, ecrita a quente, num dia atípico, com muitas peripécias...

E desejar-te um BOM e FELIZ NOVO ANO!

A ideia subjacente à transcrição deste teu post é muito interessante e a ter na devida conta!

Um abraço
António

O Micróbio II said...

Pois então que venha o vento... :-)

greentea said...

as-nunes
acontecem esses dias ...
acontecem tantas coisas que nunca esperámos q acontecessem e elas vêem
algumas, leva-as o vento
mas aquilo q é verdadeiramente nosso , ninguém no-lo tira , como diz a mensagem
Um bom ano para ti , António

greentea said...

microbio

que venha o vento trazer-nos o prazer do novo e do BOM

e um bom ano também (já agora ... )

Espaço do João said...

Eu também conheço as prais de Sintra. Vivi por essas bandas nos ano 60. Espero que quando vieres por estes ladosdês um toque.Porei o meu telefone á disposiçao e darte-ei guarida. Um abraço João.

Justine said...

Excelente princípio de vida! O problema é segui-lo...:))

Violeta said...

Greentea
nem imaginas como me soube bem vir ler-te.
Um bj e tudo de bom!

現在的... said...

wonderful..................................................

greentea said...

Joao

eu sei que andáste por estas bandas de Sintra... até compraste uns pratos iguais aos meus ...!

greentea said...

ás vezes não é fácil não ...

greentea said...

violeta

ainda bem que assim foi , há momentos tão dificeis ...