Monday, January 21, 2013

temporal em sintra

 A Parques de Sintra - Monte da Lua (PSML) fez hoje um primeiro balanço dos danos causados pelo temporal que assolou Sintra no sábado e informa que só irá reabrir os monumentos após garantida a segurança dos visitantes. "Os Parques e Palácios da Pena e Monserrate, bem como o Castelo dos Mouros e o Convento dos Capuchos, permanecerão encerrados durante a segunda-feira, na medida em que ainda não foi possível reestabelecer os percursos em segurança e que os danos são superiores ao previsto", refere a empresa.

As primeiras operações de limpeza e de avaliação dos estragos realizadas hoje permitiram perceber que "a destruição de património natural é muito elevada, estimando-se, neste momento, que tenham caído cerca de 2000 árvores, só nas propriedades geridas pela empresa, bem como uma enorme quantidade de ramos".
Como consequência, "são inúmeros os caminhos, estradas e acessos que se encontram impedidos dentro dos parques e nos acessos aos mesmos, e portanto, apesar do trabalho de inúmeras equipas durante todo o dia, não foi ainda possível restaurar a normalidade no acesso e circulação", justifica a empresa. Além das árvores caídas, o mau tempo provocou "a deslocação de algumas pedras de várias toneladas e a destruição parcial da Casa do Guarda do Chalet da Condessa, na qual funciona a bilheteira de acesso ao Jardim da Condessa d’Edla". 
Neste cenário, o acesso aos Palácios da Pena e Monserrate só deverá reabrir no dia 22, terça-feira, mantendo-se a impossibilidade de circular nas zonas de Parque, enquanto o Castelo dos Mouros e o Convento dos Capuchos deverão reabrir durante a semana, com previsão para quarta-feira. [Fonte: PSML]

Notícias relacionadas: 
Acessos à Serra de Sintra continuam cortados devido à queda de duas mil árvores
Vereador Pedro Ventura faz primeiro balanço dos estragos do temporal em Sintra
Mau tempo em Sintra provoca estragos, muitas quedas de árvores e quatro feridos

4 comments:

as-nunes said...

Isto só visto, não haja dúvida.
Ouvi nos noticiários referências aos estragos provocados em Sintra.

Mas estas fotos demonstram à saciedade que o temporal passou por aí com força bruta. E fica-se a pensar. Quantas décadas não passaram já sobre estas árvores? A quantos temporais não sobreviveram elas já?

Aqui, em Leiria, também se notam bem os efeitos desta ventania louca!

Um abraço

greentea said...

como dizia há pouco o Presidente da Camara, levam o verão a cuidar das matas para os incendios não as devastarem e num "sopro" o vento derrubou-as. Foi horrivel, sim. É horrivel !

Fê Blue bird said...

Não estamos muito habituados a estes temporais.
Por aqui um pouco mais calmo.

beijinho

© Piedade Araújo Sol said...

vi ontem na TVI
desolador

beijo