Monday, April 13, 2009

Dançando à chuva



Dançando fora do corpo na chuva::
(E Rindo com os Espíritos, Por Aí...)
Chove nas ruas de minha cidade.
Chuva forte, que lava mais do que o chão.
E eu danço na noite...E é dança forte, como a chuva.
Danço pensando na luz.Olho a chuva e penso no amor.E meus pés ganham asas...
Já não sou mais um menino.
Mas, o meu coração é criança.
Olho além da noite, e vejo a luz.
E minha dança me leva além das ruas...
E eu vejo outros, também dançando na chuva.
Eles deslizam, por entre os planos da vida.E me pedem para falar da dança deles.
E eu esfrego os meus olhos, enquanto a chuva cai...
Eles riem e atravessam os carros e a chuva.
E me dizem que sua dança exonera das dores.
Eu danço com eles, mas ninguém vê.
Varro a noite rodopiando com os espíritos.
Só a chuva é nossa testemunha.
E como eles dançam!
E que alegria!
Rindo, eles me falam das estrelas.
E que a morte não mata ninguém.
Ah, eles estão mais vivos do que nunca.
Vieram com a chuva, para lavar meu espírito.
Rindo, junto com eles, eu agradeço a chuva.
Então, eles seguem dançando no meio da noite...
Para partir as correntes de outros espíritos.
E eu danço de volta para o meu corpo.
A chuva que cai é nossa testemunha.
E a dança da vida continua, aqui e além...
P.S.: Enquanto a chuva cai lá fora, os espíritos dançam.E eu fico aqui, pensando no amor e na luz.Pois eu sei que tem muita gente dançando nas pistas do infinito...
Enquanto correntes se quebram invisivelmente nas ruas da Terra.
Sim, e a chuva lava e leva antigos males, na dança da natureza.
Chove, chuva...
Segue lavando a noite dos homens tristes e sem fé!
Eu sei que, acima das nuvens escuras, brilham as estrelas.
E, além, os espíritos dançam, vivem, riem, amam, e seguem...


7 comments:

Violeta said...

mas que bela e deliciosa dança. Fiquei com vontade de dançar assim...
obrigada pela partilhas. fui ao site e gostei muito.

Justine said...

Ah, se a chuva nos lavasse de toda a porcaria que por aí anda...

izzie said...

"ÁGUA É VIDA"

Que ela nos lave os espíritos!!

BJS

Vieira Calado said...

Interessante poema à chuva!

Gostei.

E logo hoje que não saí de casa por causa dela!


Cumprimentos meus

desde o Algarve.

Pandora said...

Para a Tãnia, que estará a dançar e a rir.
Beijos para ti.

marian said...

Muito lindo, bela escolha
grande abraço

as-nunes said...

A dança da chuva...
A vida num rodopio permanente...persistente...

Belo texto
António